O hábito tradicional dos povos orientais em usar os hashis para comerem, está com as horas contadas, devido ao desmatamento que este simples costume causa.

capa

Mais de 80 bilhões de pares de hashis é o que a China joga no lixo anualmente, derrubando 20 milhões de árvores a cada ano para alimentar o hábito.

“Temos que mudar nossos hábitos de consumo”, afirmou aos delegados no Congresso Nacional do Povo, Bai Guangxin, presidente do Grupo de Indústria Florestal de Jilin, mesmo lembrando que essa mudança pode não ser tão bem aceita pela população chinesa.

madeira

Bai apontou também que o governo chinês começou a agir por meio de políticas que limitem fabricação de pauzinhos descartáveis, como um imposto de 5% instituído em 2006​.

hashi

O presidente chinês, Hu Jintao, anunciou em 2009 que a China planejava aumentar sua cobertura florestal em 40 milhões de hectares até 2020, mas o uso de hashis descartáveis poderia impedir o país de alcançar esse objetivo.

TALHER

Isso tudo nos mostra que até mesmo hábitos tão simples e até mesmo inofensivos como esse podem desencadear problemas ambientais, se não tiver uma boa gestão quanto ao uso correto de tais recursos da natureza.


 fonte: Super Abril