O WHISKY ESCOCÊS QUE GERA ENERGIA LIMPA

Escrito por BioRetrô. Postado em BioNotícias

Published on maio 23, 2013 with 1 Comentário

A promessa da empresa Helius Energy é a de produzir energia limpa que abastecerá 9.000 habitações na região.

capa

A Helius Energy inaugurou a sua nova fábrica em Rothes, na Escócia, capaz de transformar o subproduto do whisky escocês em energia.
O projeto foi desenvolvido numa aventura conjunta que inclui a Helius Energy, a Rabo Project Equity BV e a Combination of Rothes Distillers (CoRD). Vai substituir a anterior fábrica de carbono intensivo da CoRD, previamente usada para processar os resíduos de biomassa produzidos pelas famosas destilarias de whisky da região.

O projeto consiste num investimento de €70.5 milhões (R$ 184 milhões). Irá produzir eletricidade, calor utilizável e um suplemento de proteína de ração animal conhecido como Pot Ale Syrup, trata-se de  um xarope que é evaporado a partir da primeira etapa de destilação da produção de whisky de malte. É composto por uma rica mistura de proteínas, hidratos de carbono e resíduos de levedura que proporcionam uma alimentação altamente nutritiva para todos os tipos de gado.

cow-vaca

Segundo o Business Green, espera-se que esta fábrica seja capaz de causar poupanças de 46 mil toneladas de carbono emitidas por ano, em comparação com o abastecimento da mesma quantidade de energia proveniente de uma fábrica movida a carvão.
“Trata-se de energia renovável em acção, usando tecnologia inovadora para fornecer energia suficiente para 9.000 casas e produzir ração animal com os subprodutos das destilarias de whisky locais”, disse em comunicado Adrian Bowles, chefe-executivo da Helius Energy. “Projetos como este vão cada vez mais fazer parte do mix energético do Reino Unido.”

fonte: chivalry

1 Comentário

Existe atualmente 1 Comentário on O WHISKY ESCOCÊS QUE GERA ENERGIA LIMPA. Você pode gostar de add Sua preferência?

  1. Interessante, pelo menos o “resíduo” do processo dessa bebida serve para alguma coisa, não bebo mesmo, whiski é muito ruim.

Leave a Comment